5 cuidados extras que os idosos precisam ter no inverno

jun 14, 2017

0
5 cuidados extras que os idosos precisam ter no inverno

5 cuidados extras que os idosos precisam ter no inverno

Publicado em : Artigos em por : admin

A data oficial de início do inverno é dia 21 de junho, mas o frio sempre chega antes na região sul do Brasil. Nesta época, começam a aparecer os problemas respiratórios e outras doenças na maior parte da população, especialmente nos idosos.

Acompanhe abaixo alguns cuidados importantes para fortalecer sua saúde e manter o corpo preparado para enfrentar a queda nas temperaturas.

1. Vacine-se contra a gripe e a pneumonia

Muitos afirmam que evitam tomar a vacina da gripe por medo de haver reações, mas não há motivos para essa preocupação. O vírus utilizado na vacina é tão fragmentado que perde seu potencial infeccioso, tendo capacidade apenas para estimular o desenvolvimento de anticorpos pelo organismo. Ou seja, quem toma a vacina não corre o risco de contrair a gripe e ainda adquire imunidade ao vírus.

Quando uma pessoa contrai o vírus da gripe, sua imunidade torna-se mais debilitada, abrindo caminho a outras doenças, inclusive a pneumonia capaz de levar jovens e adultos à internação hospitalar, e que apresenta ainda mais riscos para idosos e crianças de até 2 anos. Para se prevenir contra a pneumonia também existem vacinas. Consulte seu médico e informe-se sobre como acontece a imunização contra a pneumonia em sua cidade.

Leia também: Fortalecendo o sistema imunológico.

2. Mantenha seu corpo aquecido

Para manter a temperatura corporal entre 36º e 37ºC, uma das dicas é aquecer o pescoço. Quando aquecemos essa região, a circulação sanguínea aumenta, proporcionando a sensação de conforto. Também é importante proteger a cabeça, os pés e as mãos, pois o corpo costuma perder calor por suas extremidades.

Outro cuidado fundamental é evitar choques térmicos, que podem debilitar a imunidade do organismo de quem já tem predisposição a doenças. Então, aqueça-se com agasalhos, cachecóis, gorros, luvas, meias grossas e cobertores.

3. Aumente o consumo de bebidas e alimentos quentes

Para garantir a temperatura corporal ideal até mesmo nos dias mais frios é importante elevar o consumo de bebidas e alimentos quentes. Café, chocolate quente, chás e sopas são ótimos para isso. Você também pode incluir alguns ingredientes especiais como canela, gengibre e cravo-da-índia, que apresentam vários benefícios para o organismo.

Apenas tome cuidado para não ingerir bebidas extremamente quentes; isso pode causar problemas para o sistema digestivo.

4. Pratique exercícios físicos

Atividades físicas são indicadas em todas as estações, pois ajudam a prevenir, amenizar e até a evitar algumas dores. Ainda auxiliam no combate a doenças, especialmente no inverno, e estimulam a circulação sanguínea e o relaxamento dos músculos, que tendem a ficar mais contraídos em dias bastante frios.

Se você costuma caminhar ao ar livre nas primeiras horas do dia ou à noite, dê preferência a realizar a atividade entre as 10h e 16h, período em que o sol ajuda a manter o clima mais confortável. Lembre-se de aplicar protetor solar e proteger o rosto com um boné.

Para fugir das baixas temperaturas, outra recomendação é caminhar e praticar exercícios em ambientes com temperatura controlada, como shoppings e academias, mas evite lugares aglomerados e sem circulação de ar.

Alongar-se também é essencial para manter os músculos mais relaxados. Consulte um profissional de educação física ou um fisioterapeuta para saber as melhores indicações de acordo com seu corpo e a sua saúde.

5. Mantenha a vitamina D em dia

Com o frio, é normal que a exposição ao sol seja reduzida. Isso causa a deficiência de vitamina D no organismo, tornando os ossos mais frágeis e propensos a fraturas.

A boa notícia é que a vitamina D também pode ser obtida em alimentos como peixes – salmão, atum e sardinha -, gema de ovos e cogumelos, que ainda são ricos em diversas outras vitaminas. É importante lembrar que essa reposição deve ser acompanhada e orientada por um nutricionista.

Essas são algumas dicas para garantir um inverno com mais saúde e bem-estar. Mas lembre-se de que é fundamental ter um acompanhamento médico frequente para manter seu sistema imunológico fortalecido e seu corpo preparado para todas as estações do ano.