Videogame: benéfico ou vilão para os filhos?

nov 20, 2018

0
Videogame: benéfico ou vilão para os filhos?

Videogame: benéfico ou vilão para os filhos?

Publicado em : Artigos em por : Rede Líderfarma
  • ,
  • ,
  • Que hoje a maioria das crianças já cresce com muitos estímulos digitais à sua volta, já se sabe. Mas como os jogos de videogame podem interferir na rotina dos filhos? Será que essa prática pode trazer algum benefício às crianças em desenvolvimento?

    MUITOS ESTÍMULOS

    A internet tem força total na rotina das famílias e as crianças, desde pequenas, já sabem mexer em celulares, tablets, computadores, deixando os pais surpresos e maravilhados. Pedir um videogame de presente hoje é uma questão de tempo e, normalmente, esse momento gera muitas dúvidas nos adultos.

    Será que esse brinquedo que encanta todas as faixas etárias pode trazer algum benefício dentro dos já conhecidos malefícios? Há benefícios sim, mas é preciso ter atenção sempre.

    VIDEOGAME FAZ MAL?

    Os pais devem manter o controle de quantas horas os filhos passam em frente às telas. Para isso, vale considerar outras formas de lazer e apresentá-las aos pequenos, criando uma cultura de diversão mais ativa e saudável.

    Ao jogar, é verdade que as crianças aprimoram algumas habilidades, como atenção, memória e planejamento. Muitos jogos atuais contêm uma lógica de decisões que requerem questionamentos por parte da criança, contribuindo para gerar autonomia.

    No entanto, nem todos os jogos são benéficos ou apropriados para a faixa etária do seu filho. É aí que entra em ação o papel dos pais, que devem avaliar com clareza se o jogo condiz com a idade da criança ou adolescente.

    O videogame faz parte da rotina da sua família? Quando o assunto é jogo on-line, as crianças e adolescentes já se consideram muito inseridos. Mas será que você sabe com quem seu filho está interagindo nas redes? O cuidado nessas horas também pode ser decisivo para manter a saúde, principalmente na faixa etária da pré-adolescência.

    crianças pequenas jogando videogame

    Hoje, as crianças têm acesso a muitos estímulos virtuais desde pequenas. É preciso estar atento. Foto: Unsplash

    ALGUNS BENEFÍCIOS DOS JOGOS

    Manter-se atento aos hábitos dos filhos é essencial para uma boa convivência e como forma de manter as crianças com a saúde em dia. Contudo, proibir o uso dos videogames não é o melhor caminho, principalmente quando se trata de adolescentes.

    Alguns videogames proporcionam diversão que inclui toda a família, como os jogos com sensores de presença de movimento, além de outros jogos de esportes que permitem maior interatividade entre todas as faixas etárias.

    PARTICIPE DAS BRINCADEIRAS DOS SEUS FILHOS

    Por mais que a rotina seja cansativa e que o videogame possa ser um escape para seus momentos de estresse, procure mostrar ao seu filho que também há outras maneiras de se divertir, minimizando o sedentarismo e as lesões repetitivas que muitas horas de videogame podem ocasionar na criança.

    Notou que seu filho é muito tímido e não costuma fazer novas amizades? Muita atenção para evitar que o videogame se torne uma válvula de escape e possa prejudicar as relações interpessoais da criança ou adolescente.

    Procure oferecer jogos interativos, que promovam o raciocínio e as habilidades motoras, mas sem esquecer de mostrar outras opções ao ar livre e que estimulem a criatividade. A Líderfarma traz diversas ofertas para sua família cuidar da saúde em todos os momentos.

    Clique aqui e confira nosso tabloide de ofertas.