Gravidez e Coronavírus: como se proteger

maio 7, 2020

0
Gravidez e Coronavírus: como se proteger

Gravidez e Coronavírus: como se proteger

Em meio à pandemia do Coronavírus, surge ainda mais uma preocupação: será que a covid-19 pode gerar complicações às gestantes? Até o presente momento, não há evidências claras de que mulheres corram mais riscos do que a população em geral. Mas é importante estar atento à imunidade, principalmente na gravidez, essa fase de muitas mudanças. Entenda:

SISTEMA IMUNOLÓGICO E COVID-19

Durante a gestação, o corpo da mulher passa por inúmeras mudanças, inclusive no sistema imunológico, o que as torna vulneráveis a desenvolver infecções respiratórias. Tomar mais precauções contra o vírus é de extrema importância, assim como relatar aos médicos alguns possíveis sintomas, como febre, tosse e dificuldades para respirar.

Veja também Coronavírus: o que você precisa saber

Você está em uma gestação? Manter uma rotina de limpeza das mãos, braços e rosto com água e sabão é essencial. Se possível, não saia de casa. Evite estar em um ambiente com muitas pessoas. Fique atenta! Tocar os olhos, nariz e boca facilita a transmissão do vírus, portanto, esses hábitos devem ser evitados.

CUIDE DO SEU ORGANISMO

Ao perceber algum sintoma suspeito ou se estiver tossindo ou espirrando, não esqueça de cobrir a boca e nariz com o cotovelo, além de utilizar máscaras descartáveis ou de pano sempre que sair de casa.

gravidez e coronavirus

As máscaras de pano devem ser lavadas e passadas diariamente para manter sua eficácia. Proteja-se! Imagem: iStock

TESTES PARA GESTANTES CONTRA COVID-19

Lembre-se que dependendo de onde você mora, pode haver mais ou menos disponibilidade de testes em sua cidade. Nesse caso, os protocolos de saúde podem variar. De qualquer forma, é importante manter o isolamento entre a gestante ou puérpera e o restante das pessoas.

Veja também Dicas para manter a higiene e evitar doenças

Ainda não é possível definir se o Coronavírus pode ser transmitido de mãe para bebê durante a gravidez ou mesmo na hora do parto, pois não há evidências do vírus no leite materno ou líquido amniótico. De toda forma, todas as gestantes, com confirmação ou suspeita para a doença têm direito a manter cuidados nos centros de saúde, incluindo cuidados pré-natal, neonatal, pós-natal e mental.

PARTO E AMAMENTAÇÃO

É importante salientar: a OMS aconselha a opção por parto cesariano somente em caso de justificativa clínica. Após o parto, a amamentação se faz mais que necessária e deve ser incentivada sempre. Para maximizar o cuidado, a mãe deve lavar bem as mãos antes e depois de pegar o bebê e manter a higiene do local e superfícies em dia. E você? Como está passando pela quarentena com sua gestação? Deixe seu comentário!

Clique aqui e aproveite nossas ofertas para cuidar da sua saúde nessa fase!

Fonte: Ministério da Saúde