Tinturas podem acelerar a calvície?

jul 14, 2020

0
Tinturas podem acelerar a calvície?

Tinturas podem acelerar a calvície?

Se você tem as famosa “entradas” na testa ou até mesmo já notou que seu cabelo vem diminuindo com a idade, saiba que as razões para isso podem ser muitas e é preciso estar atento à saúde. Quando ficamos mais velhos, é comum surgir a vontade de recorrer a tinturas para esconder os fios brancos. Mas será que tingir as madeixas pode acelerar a calvície?

POR QUE FICAMOS CARECAS?

A alopecia androgenética, ou calvície, é nada mais que a queda de cabelo determinada pela genética. Sabe aquele medo que muitos homens tem de ficar com a mesma careca de seus pais? Esse é um fator muito comum e presente em grande parte da população masculina.

Veja também As doenças respiratórias mais comuns do inverno e como evita-las

Tanto homens quanto mulheres podem ter que lidar com a perda acentuada de cabelo. Isso porque o estímulo hormonal característico da adolescência faz com que os fios cresçam cada vez mais finos em cada ciclo da vida dos cabelos.

MEU CABELO TEM FASES?

A queda faz parte do ciclo natural do nascimento, crescimento e morte do fio de cabelo. Durante algumas fases de grandes mudanças hormonais, como a adolescência, ocorrem mudanças também nos folículos pilosos, diminuindo o nascimento de novos fios e iniciando o que mais tarde é percebido como calvície.

HÁ TRATAMENTO PARA A CALVÍCIE?

Ao ser metabolizado, o hormônio da testosterona se transforma em outro hormônio responsável por causar a calvície em caráter hereditário. Para os homens é possível fazer tratamento nesses casos com medicamentos como Finasterida ou até mesmo implantes capilares. Os tratamentos hormonais têm como objetivo estacionar o processo de ação dos hormônios, devolvendo a normalidade do surgimento e da saúde dos fios, o que permite recuperar parte da perda do cabelo.

É preciso investigar as causas da calvície antes de se submeter a tratamentos hormonais ou implantes. Imagem: iStock

É preciso investigar as causas da calvície antes de se submeter a tratamentos hormonais ou implantes. Imagem: iStock

TINTURAS PODEM PREJUDICAR O COURO CABELUDO?

Muitas coisas podem nos incomodar ao passo que envelhecemos. Mudanças na pele e os temidos cabelos brancos podem ser um problema. Para amenizar o desconforto e manter a autoestima, muita gente acaba recorrendo às tinturas capilares. Mas é preciso tomar alguns cuidados para não prejudicar a saúde da pele e do couro cabeludo.

 Veja também Melhore sua imunidade para enfrentar o inverno

Muitas tinturas são fabricadas a partir de corantes sintéticos que, ao serem misturados a uma substância oxidante, abrem os poros do folículo capilar, colorindo o fio. Como muitas tintas são fabricadas com corantes sintéticos, não é incomum aparecerem reações alérgicas, como vermelhidão, coceira e irritação da pele. Antes de utilizar uma tintura, certifique-se de que seu couro cabeludo não apresenta sensibilidade, pois alguns produtos que contêm formaldeído e alcatrão em suas fórmulas podem contribuir para o entupimento dos poros do couro cabeludo, favorecendo a queda de cabelo.

Ao comprar uma tintura, verifique se ela possui certificação da Anvisa e sempre esteja atento à forma correta de manusear o produto, bem como o tempo de ação no couro cabeludo. Assim, você garante a saúde dos fios em todas as fases da vida.

Clique aqui para ver as ofertas que preparamos para você cuidar da saúde

Fontes: Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) | Ministério da Saúde