2021 e o fim da pandemia: como vai ser?

jan 7, 2021

0
2021 e o fim da pandemia: como vai ser?

2021 e o fim da pandemia: como vai ser?

Marcado pela pandemia do Coronavírus, o ano de 2020 trouxe novas formas de viver e entender o mundo à nossa volta. Mudanças significativas nos serviços de saúde ainda refletem um cenário incerto para 2021. Com a chegada das vacinas em muitas partes do mundo, são grandes as expectativas para o futuro da doença.

VACINAÇÃO E OS PRAZOS PREVISTOS

De acordo com o Ministério da Saúde, a previsão para o começo da imunização será em janeiro. Caso não seja possível, um cenário médio prevê imunização possível é para meados de fevereiro.  Melhores cenários dependem de um conjunto bem sucedido de ações dos laboratórios que estão trabalhando no desenvolvimento de vacinas, além do processo e dos requisitos de registro emergencial e definitivo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Cuide-se! Lave as mãos para evitar doenças

Tanto países da Europa quanto os EUA já iniciaram projetos de imunização contra a covid-19. Já na América do Sul, a Argentina iniciou a aplicação do seu imunizante em públicos prioritários.

Para o Brasil, é necessário que os laboratórios solicitem o registro para as vacinas e que a Anvisa aprove a solicitação para a liberação das doses. O Instituto Butantan já tem a posse de doses prontas da vacina Coronavac, porém ainda carece da autorização de uso da Anvisa e permanece na terceira fase de testes.

Após um ano conturbado e com muitas incertezas, criamos novas rotinas. Proteja-se em 2021. Imagem: iStock

Após um ano conturbado e com muitas incertezas, criamos novas rotinas para manter a saúde. Proteja-se em 2021. Imagem: iStock

DECLARAÇÃO DE SAÚDE NA PANDEMIA

O ano novo começou já com restrições para quem precisa viajar de avião. Desde o dia 30 de dezembro, os passageiros de voos internacionais que embarcarem para o Brasil devem apresentar o teste negativo RT-PCR para a presença do vírus no organismo.

A apresentação do teste realizado em laboratório é obrigatória tanto para estrangeiros quanto para brasileiros, não importando a origem e o teste deve ser realizado dentro de um período de até 72 horas anterior à viagem. Apenas as crianças menores de dois anos estão dispensadas do teste.

Conheça Novos hábitos para manter a saúde

Além disso, os viajantes que vierem do exterior deverão preencher também uma declaração de saúde (DSV) e apresentar o comprovante de preenchimento à companhia aérea, por exigência da Anvisa.

Para os voos com escalas restritas dentro do aeroporto, o prazo de 72 horas contará a partir do embarque do primeiro trecho da viagem. Já para as conexões com desembarque seguido de imigração, um novo teste precisará ser realizado.

OLHOS ABERTOS PARA O FUTURO

Mesmo com tantas restrições ainda sendo impostas para a segurança da população, as perspectivas para o fim da pandemia são positivas. Nesse momento, é preciso organizar a mente para conseguir realizar os planos de 2021.

Focar em alguns pontos básicos pode ajudar a se manter são até a chegada das vacinas. Comece cuidando da sua saúde física. Mesmo em casa, é possível fazer exercícios e divertir as crianças. Distrair a cabeça também faz parte das necessidades básicas para manter o organismo saudável.

Leia também Mito ou verdade: 10 fatos sobre a sua saúde que você não sabia

Suas finanças passaram a ser um problema? Aproveitar a rotina em casa para economizar em transporte e alimentação é um passo fundamental, que precisa ser seguido por todos os integrantes da casa. Vale conversar com seus filhos para diminuírem o consumo e ajudarem nas tarefas domésticas, afinal, uma casa limpa e organizada também é uma forma de cuidar da saúde.

Com algumas práticas simples e a cooperação de quem você ama, será possível continuar enfrentando essa nova realidade. Proteja sua família até a tão esperada imunização.

Cuide da sua saúde com economia, clique aqui e veja nossas ofertas

Fonte: Portal Hospitais Brasil | Portal G1| Ministério da Saúde | CNN