Anticoncepcionais: mitos e verdades sobre o contraceptivo

jan 21, 2021

0
Anticoncepcionais: mitos e verdades sobre o contraceptivo

Anticoncepcionais: mitos e verdades sobre o contraceptivo

Desde que a pílula anticoncepcional chegou ao Brasil, são permanentes as campanhas para a conscientização sobre a sexualidade feminina. O controle da natalidade, a regularização do ciclo menstrual e a redução de complicações nos ovários são alguns dos motivos mais recorrentes para o uso da pílula. Por isso, é importante saber quais são os mitos e verdades sobre esse contraceptivo.

TOMAR ANTICONCEPCIONAL ENGORDA

Não há embasamento científico que comprove que o uso de pílulas anticoncepcionais possam interferir no peso. Entretanto, em alguns poucos casos, as mulheres podem notar inchaço no corpo devido ao tipo de hormônio ingerido.

Leia também Novos hábitos para manter a saúde

USAR ANTICONCEPCIONAIS POR ANOS CAUSA INFERTILIDADE

Esse é mais um mito sobre o uso de pílulas. É verdade que mulheres que tomam anticoncepcionais há anos podem demorar um pouco mais para engravidar, porque uma parcela dos hormônios fica retida nas células de gordura e continua sendo liberada mesmo após o término do uso. Entretanto, esses casos são naturalmente resolvidos, sem necessidade de intervenção médica.

BEBIDAS ALCOÓLICAS PREJUDICAM A AÇÃO DAS PÍLULAS

Verdade. Aliar o uso de anticoncepcionais ao consumo de álcool e cigarros pode provocar doenças cardiovasculares e até mesmo tromboses venosas, além de diminuir o efeito contraceptivo.

TOMAR CONTRACEPTIVO EM HORÁRIOS DIFERENTES FAZ BEM

Não é bem assim. Manter uma rotina regular para os anticoncepcionais é fundamental, já que administrar o medicamento sempre em horários distintos pode prejudicar sua eficácia, favorecendo a fertilização.

Antes de optar por um tipo de anticoncepcional, consulte um médico. Imagem: iStock

Antes de optar por um tipo de anticoncepcional, consulte um médico. Imagem: iStock

A PREVENÇÃO DO CÂNCER DE OVÁRIO ESTÁ LIGADA AO ANTICONCEPCIONAL

Verdade. De acordo com o Ministério da Saúde, mulheres que tomam anticoncepcional têm cerca de 60% a menos chances de desenvolverem câncer de ovário. Esse é um tipo de câncer que normalmente se inicia no local da cicatriz da ovulação. Com o uso contínuo das pílulas, a ovulação é evitada, diminuindo a taxa de risco por não haver cicatrização.

Conheça Mito ou verdade: 10 fatos sobre a sua saúde que você não sabia

TUDO BEM EMPRESTAR A PÍLULA DA AMIGA

Se não tiver contraindicações, uma mulher pode tomar anticoncepcionais, mas para isso é necessária a avaliação de um médico. Como qualquer medicamento, o contraceptivo vai variar de acordo com o histórico de cada uma. Assim, recorrer à pílula de outra mulher pode ser prejudicial.

ANTICONCEPCIONAIS AJUDAM A DIMINUIR A CÓLICA MENSTRUAL

As pacientes que ovulam tendem a ter mais cólica. Com o tempo tomando a pílula, além de impedir a ovulação, também há a tendência de diminuir a prostaglandina, substância presente no sangue eliminado, interferindo na intensidade da cólica menstrual.

O HUMOR DAS MULHERES TENDE A MELHORAR

Os anticoncepcionais ajudam a controlar sintomas da tensão pré-menstrual (TPM), ajudando a melhorar o humor. Para manter o corpo saudável e evitar complicações, é importante sempre consultar um ginecologista para saber qual anticoncepcional será melhor para o seu corpo, de acordo com suas necessidades.

Cuide da sua saúde sempre, mulher! Clique aqui para ver nossas ofertas

Fontes: Portal Drauzio Varella | Centro Médico Paulista – CEMEP | Ministério da Saúde