Inverno em casa: como cuidar da saúde

jun 23, 2021

0
Inverno em casa: como cuidar da saúde

Inverno em casa: como cuidar da saúde

O clima frio que vem junto com a vontade de ficar dentro das cobertas já chegou em muitas cidades brasileiras e é nessa hora que alguns problemas de saúde insistem em aparecer. Como manter o corpo saudável para curtir a estação em casa e sem preocupações?

TERMÕMETROS EM QUEDA

Tanto para quem adora o inverno ou não, é nessa época que as doenças respiratórias ficam mais presentes, devido às mudanças bruscas de temperatura. Mesmo quem não possui doenças crônicas costuma sofrer com incômodos respiratórios.

Leia também Rinite ou sinusite? Entenda as diferenças

Os resfriados mais comuns parecem pouca coisa, mas são capazes de atrapalhar a rotina e as doenças cardiovasculares também acontecem com maior frequência. Além disso, é preciso também dar uma atenção especial para a saúde da pele.

Agir preventivamente, nesse momento é a melhor forma de combater as comuns doenças de inverno. Para começar, uma alimentação equilibrada e rica em vegetais e frutas ajuda a manter o metabolismo funcionando bem.

Chás são uma boa forma de manter o organismo quentinho sem descuidar da saúde.

Manter a hidratação do corpo em dia também é um passo importante. Mas atenção! É preciso ingerir água não somente quando a sede se manifesta, mas durante todo o dia. Não se esqueça de agasalhar bem o corpo, principalmente a região do tórax. Mesmo se você for do tipo que não sente muito frio, esquentar a região dos pulmões evita doenças como a pneumonia.

INFLUENZA, RINITE E OUTROS INCÔMODOS

A alta concentração de pessoas em ambientes fechados aumenta o risco da circulação de vírus e bactérias, causando doenças. Mas e para quem permanece trabalhando em casa? Vacinar-se contra a gripe é uma boa forma de manter o organismo livre dos vírus que causam a doença.

Leia também Exercícios físicos: cuidados para manter a saúde

Apesar de não transmissível, a rinite alérgica também costuma incomodar, principalmente nos dias mais frios, por conta do aumento da poeira e da poluição nas cidades. Mas com alguns poucos cuidados preventivos já é possível manter a saúde. Um deles é lavar o nariz diversas vezes durante o dia com soro fisiológico e evitar contato com acúmulo de pó e roupas guardadas há muito tempo.

DOENÇAS CARDIOVASCULARES NO INVERNO

Durante as baixas temperaturas, há maior contração dos vasos sanguíneos, chamada vasoconstrição. Com essa dificuldade de circulação sanguínea e da chegada do sangue ao coração, podem ocorrer com mais frequência a angina (dor toráxica) e o infarto.

Leia também A pressão arterial tende a aumentar também com a exposição ao frio, favorecendo os riscos de desenvolver trombose. Durante o inverno, pacientes portadores de aterosclerose precisam ter cuidado redobrado. As formas de cuidar da saúde nesses casos é fazer exercícios físicos, tomar água frequentemente e agasalhar o corpo.

Leia também Respire melhor com técnicas simples

SAÚDE DA PELE NO CLIMA FRIO

Que o frio deixa a pele mais ressecada, todos sabemos, mas não é só isso que pode prejudicar a saúde do seu corpo. A dermatite seborreica, ou caspa, também tende a aparecer nos dias de inverno. Isso porque os banhos com água muito quente fazem com que as glândulas sebáceas da pele produzam mais oleosidade.

Assim, surgem os incômodos da coceira e da caspa. Para combater o problema, procure lavar os cabelos mais vezes na semana e com água morna e não quente. Há ainda a descamação da pele que é caracterizada pela dermatite atópica. Vermelhidão, coceira e descamação podem ser um incômodo, mas o banho morno e o uso constante de hidratante corporal ajudam a melhorar e prevenir.

Cuide mais da sua saúde todos os dias com essas ofertas

Fonte: Hospital Santa Catarina (HSC) | Unimed | Ministério da Saúde