Hepatite alcoólica: fique fora dessa

ago 22, 2021

0
Hepatite alcoólica: fique fora dessa

Hepatite alcoólica: fique fora dessa

A hepatite provocada pelo consumo de muita bebida alcoólica por um longo período é uma lesão no fígado grave, muito prejudicial à saúde. São vários os sintomas e é importante identificar bem o problema para definir o melhor tratamento.

DOENÇA HEPÁTICA CAUSADA PELO ALCOOLISMO

A quantidade de álcool consumido durante a vida pode gerar diversos problemas quando é demasiada. Quando o paciente é acometido da hepatite, os sintomas podem ser, a princípio, febre, icterícia, fadiga e aumento do fígado, o que pode se tornar doloroso.

Leia também Colesterol: o que você precisa saber

Já em um próximo estágio, os sintomas podem ser mais graves, como o sangramento do trato digestivo e a deterioração do funcionamento do cérebro. Para identificar se a bebida é um problema na sua vida, os médicos costumam fornecer ao paciente um questionário, além de perguntar aos familiares as quantidades de bebida alcoólica que é ingerida pelo paciente na rotina.

Exames de sangue são feitos para determinar a saúde do fígado e, ocasionalmente pode também ocorrer biópsia hepática. O abuso de álcool que se transforma em hepatite costuma acometer mais homens do que mulheres.

O abuso do álcool durante a vida pode causar hepatite alcoólica, cirrose e levar à morte. Evite!

COMO O ÁLCOOL CAUSA HEPATITE?

Grande parte do álcool ingerido é absorvida pelo trato digestivo e metabolizado (processado) pelo fígado. Dessa forma, as substâncias contidas no álcool causam lesões no órgão. É por isso que quanto mais bebida alcoólica a pessoa ingere, maior pode ser sua lesão hepática.

Leia também Circulação sanguínea no inverno: e as doenças vasculares?

Como o fígado consegue se regenerar de pequenas lesões, é muito comum a pessoa só se dar conta da gravidade do problema quando já é tarde. Caso o paciente pare de beber, dependendo da gravidade das lesões, o fígado até consegue voltar a ser saudável, aumentando as chances de vida.

LESÕES HEPÁTICAS PROVOCADAS PELO ABUSO DE ÁLCOOL

É comum o abuso de álcool causar manifestações como o acúmulo de gordura no fígado, que é o tipo menos grave e pode ser revertido. Depois, vem a inflamação do órgão, que se torna inflamado. Por fim, a cirrose hepática, onde uma grande quantidade do tecido hepático é substituída por cicatrizes (fibrose) que são incapazes de realizar as funções do fígado.

Leia também Inverno em casa: como cuidar da saúde

Nesse caso, o fígado já não funciona mais de modo normal e sua estrutura se torna danificada. A cirrose não pode ser revertida e é grave, afetando outros órgãos.

O abdômen pode inchar pelo acúmulo de líquido, o funcionamento do cérebro fica comprometido e podem ocorrer sangramentos no trato digestivo, levando até mesmo à insuficiência hepática e à morte.

TRATAMENTO PARA HEPATITE ALCOÓLICA

Parar de beber álcool (abstinência) não se trata somente da vontade do paciente, mas sim de ajuda profissional e familiar para encarar o vício. Além disso, também é preciso iniciar rapidamente um tratamento das lesões do fígado. Outro método é através do transplante de fígado.

A abstinência do álcool é um passo difícil do tratamento e precisa de muita compreensão e firmeza. Diversas estratégias são usadas para motivar o paciente e ajudá-lo a mudar de comportamento. Tem dúvidas? Muitos programas de reabilitação oferecem a ajuda necessária para conseguir as respostas certas e iniciar o tratamento em prol da saúde.

Aproveite as melhores ofertas e cuide de você

Fontes: Sociedade Brasileira de Hepatologia | Ministério da Saúde | Biblioteca Virtual em Saúde| Manuais MSD