Osteoporose: causas, sintomas e tratamento

out 20, 2021

0
Osteoporose: causas, sintomas e tratamento

Osteoporose: causas, sintomas e tratamento

Ossos fracos e predispostos à fratura indicam perda de massa óssea, a chamada Osteoporose. Saiba mais sobre diagnóstico, tratamento e prevenção.

Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia, uma em cada três mulheres e um em cada cinco homens a partir dos 50 anos poderão vir a sofrer de algum tipo de fratura óssea, decorrente da Osteoporose. As mais comuns ocorrem na coluna, no quadril e nos punhos.

Existem dois períodos da nossa vida em que o risco de desenvolver a doença é muito maior: após a menopausa nas mulheres, e em ambos os sexos, depois dos 70 anos.

Silenciosa, a Osteoporose pode ser senil (atinge pessoas com mais de 70 anos), secundária (atinge pessoas com doença renal hepática, endócrina, hematológica ou que usam alguns medicamentos, por exemplo, corticoides) e pós menopausa.

O cálcio é o nutriente principal para evitar a Osteoporose. “Com o passar da idade, ocorre a diminuição na absorção do cálcio e aumento na eliminação. A ingestão inadequada pode resultar em redução da massa óssea, principalmente após os 50 anos, em ambos os sexos, progredindo mais rapidamente nas mulheres”, explica a Sociedade Brasileira de Reumatologia.

Leia também: Exercícios Físicos: cuidados para manter a saúde

Diagnóstico

A densitometria óssea é o exame que permite diagnosticar e acompanhar em que estágio está a doença. As consultas preventivas também são muito importantes

Tratamento

A suplementação com cálcio (indicado pelo seu médico) e Vitamina D são duas maneiras para tratar a Osteoporose.

Prevenção

– Caminhar pelo menos 3 vezes por semana.

– Tomar “banho” de sol antes das 10 horas ou após as 16 horas.

– Manter uma dieta rica em cálcio (leite e derivados, como iogurtes e queijo).

– Comer verduras de folhas escuras como brócolis, espinafre e couve.

– Não fumar e evitar álcool e café em excesso.

– Praticar exercícios físicos, independentemente da idade.

– Mulheres que entram na menopausa, manter o acompanhamento médico.

Bem-estar para quem tem Osteoporose

Deixe a casa mais segura para evitar quedas: evite tapetes soltos; prefira pisos antiderrapantes para áreas molhadas (como box e corredores); o corrimão das escadas deve ter altura média de 80 cm e os degraus das escadas devem ser marcados com fitas antiderrapantes.

Existem alguns medicamentos que ajudam a desacelerar a doença, o ideal é conversar com o seu médico, que indicará o melhor tratamento para o seu caso. 

Fonte: Ministério da Saúde | Sociedade Brasileira de Reumatologia