Tendência dos cosméticos veganos

jan 5, 2022

0
Tendência dos cosméticos veganos

Tendência dos cosméticos veganos

O estereótipo do veganismo como um mercado nichado já ficou no passado. Em uma mesma frequência dos produtos naturais, a procura por produtos veganos tem sido crescido e conquistando mais adeptos. 

Segundo relatório da Grand View Research o mercado mundial de cosméticos veganos deverá chegar 20,8 bilhões de dólares até o ano de 2025, uma taxa de crescimento anual de 6,3%. Tal feito, é devido a mudança e ascensão da geração de consumo, que além de se informar sobre a composição e origem do que consomem, também, exige mais informação e transparência das marcas. 

As escolhas de consumo refletem em preocupar-se com o que é melhor para sua própria saúde e de como abolir qualquer forma de uso e a exploração de animais nos produtos e que afetam o ambiente, como a crueldade contra animais, emissões de gases poluentes e o consumo irregular de recursos naturais do planeta.

Leia também: Benefícios da alimentação saudável

Para acompanhar esse movimento, encorajou a alavancagem de marcas já conhecidas, da mesma forma que, direcionou para o surgimento de novas linhas de produtos que atendam às necessidades do novo perfil de consumo. As empresas de cosméticos vêm cada vez mais investido em produtos veganos e cruelty-free, ou seja, aqueles não são testados em animais. Ações de publicidade, também, voltados a conscientização e produtos mais sustentáveis cresceram, principalmente com a presença de celebridades e influenciadores.

Ademais, é de importante entender que beleza vegana e beleza natural são conceitos diferentes. Enquanto, os cosméticos veganos não aderem qualquer tipo de componente de origem animal, como pelos, cera no caso das abelhas, cílios ou gorduras de origem animal, os de origem natural são feitos a partir de ingredientes provenientes da natureza, e não utilizam de material pesado e agressivo ao ambiente.

Leia também: Transtorno mental na adolescência, como identificar?

Fonte: Veganbusiness | Correio Braziliense